Skip to content

Cotidiano

10/02/2011

Quando abri os olhos pela manhã, meu primeiro pensamento foi que não deveria tê-lo feito. Ao meu lado, na cama, os lençóis esboçavam o contorno de alguém que se fora já há algum tempo.

Já havia meses desde meu último relacionamento. Tudo o que tenho hoje são meu alcolismo e meu vício em cigarros. Mantenho-os na esperança de, um dia, ser consumido por eles da forma como os consumo, feroz e compulsivamente.

Levantei-me e fui ao banheiro, no espelho jazia o rascunho acabado do homem que fui um dia. Meus cabelos cuidadosamente desgrenhados por outra noite de sono sem sonhos e minha barba por fazer exibiam meu estado de espírito.

Escovei os dentes, acendi um cigarro, passei o café. Há melhor combinação do que café e cigarros no desjejum? Ainda eram oito da manhã, a minha capacidade de dormir até mais tarde foi prejudicada por uma longa noite acompanhado de uma garrafa de whisky, mas isso não era tão ruim, ainda dava tempo de buscar o jornal. O meu vizinho só acordaria em duas horas, conseguiria recolocá-lo cuidadosamente em frente à sua porta após utilizá-lo.

O dia passou lentamente como todos os outros, o ócio dá ao tempo a capacidade de estender o dia. Agora, dez horas da noite, estou no bar de sempre. Pedi um gin para me fazer esquecer o whisky. É interessante como diferentes bebidas agem de diferentes maneiras na nossa mente, e o gin é como um remédio para memória, só que ao contrário.

Olhei à minha volta. Lá estava ela, encantadoramente estranha. Por alguns segundos nossos olhares se encontraram. Sabe quando uma troca de olhar se torna íntima? Essa não era uma dessas vezes. Ela sorriu, eu não pude fazer o mesmo.

Anúncios
8 Comentários leave one →
  1. william permalink
    10/02/2011 4:59 pm

    Mto legal!!

  2. F!ávio Silva Machado permalink
    10/02/2011 5:24 pm

    A imagem do contorno nos lençóis é forte, e reflexiva, parece ser parte da mente da personagem em conflito com o mundo real. A personagem lendo o jornal do vizinho foi genial, no meu ponto de vista, funcionou como um humor que causa incômodo Esse tipo de cena é difícil de ser criada. Eu gostei mesmo do texto. Esse humor áspero é raro.

  3. 10/02/2011 8:18 pm

    Obrigado pessoal!

  4. Elerson permalink
    10/02/2011 8:57 pm

    “no espelho jazia o rascunho acabado do homem que fui um dia.” é um retrato traçado sob uma genial percepção sua, gostei muito. Concordo que o toque de humor na cena do jornal do vizinho faz de seu texto uma preciosidade. Você tem talento! Deveria enviá-lo para um jornal. Siga em frente!

  5. 10/02/2011 10:15 pm

    Obrigado Elerson.
    Bom, nunca pensei em enviá-lo não… Mas é legal saber que tem gente que acredite que algum jornal se interessaria, obrigado pelo apoio. Vou pensar na hipótese sim hehehe.

  6. Vicente Prates permalink
    10/02/2011 10:47 pm

    Gostei da forma natural da escrita. Visualizei a cena rapidamente e durante todo o texto penso que visualizei eu mesmo em um dia qualquer de todo dia. Deu até vontade de tomar um gole de Whisky. Enfim, gerou a chama piloto de idéias que a tempos não rondam meus lençóis vazios de texto e poesia…

  7. 11/02/2011 1:33 am

    Além de ter o pensamento de que não devia ter levantado em alguns dias, sinto como se estivesse sendo consumido por coisas que não consumo, às vezes.
    Gostei da ambiguidade do contorno dos lençóis (pelo menos eu acho que tem né? ^^), em que se pode ver o próprio personagem do passado (o homem que já foi) ou alguém com quem ele dormiu e o abandonou.
    Acordar, se arrumar, desjejum, jornal. Depois passa pra noite. A tarde do personagem é vazia e não se encaixa. Gostei disso também.
    Muito bom, Matheus, deve, com toda a certeza, continuar com o site.

  8. Henrique permalink
    03/03/2011 10:56 pm

    Matheus, vc é mto talentoso! Esse texto é fantástico!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: